a gente transforma

gestão comercial // interlocução entre o varejo e as comunidades, através da sistematização do processo de precificação e modelo comercial // 2014 a 2016

Um movimento que nasceu a partir de um impulso, uma inquietação e entendimento da necessidade de valorização do ser humano e seus saberes legítimos ancestrais como ferramenta de transformação e liberdade. Um projeto que usa o design para expor a alma brasileira, um mergulho na cultura dos povos que formam o nosso país. É um resgate de histórias do passado para recriar o presente e construir o futuro sob novas bases, livre e sustentável. O projeto é uma criação coletiva, que envolve muitas mentes e almas, cheias de fé, esperança e criatividade. www.agentetransforma.org


baião de doze . encontros com o brasil

idealização, conteúdo e direção de arte // uma equipe e a missão de investigar comunidades que resguardam conhecimentos tradicionais, um seleto grupo de doze convidados e um encontro gastronômico que tem como pano de fundo o registro dessa investigação pelo Brasil // 2015 a 2016

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
direção de fotografia Theo Grahl
produção executiva Caco Possatto

A mistura dos dois principais elementos da culinária brasileira - arroz e feijão. A homenagem ao Baião-de-Dois é também a celebração da rica miscigenação brasileira. Uma reverência a essa criatividade valente, que elabora o prato a noite aproveitando o restante do feijão cozido durante o dia. Um convite para um mergulho nos nossos territórios, para encontros com o Brasil pouco conhecido e seus moradores - brasileiros anônimos. Herdeiros de uma alimentação repleta de sabedoria. Mestres que nos inspiram ao resgate da harmoniosa relação entre o homem e o alimento. Brasileiros que nos reconectam com a nossa terra, com as nossas riquezas, as nossas histórias. Como anfitrião, o projeto quer promover momentos de conexão, de diálogo com nossa biodiversidade, com a culinária local, saberes e fazeres tão distantes. Aproximar cidadãos brasileiros aparentemente isolados pelas distâncias geográficas e reconectá-los através de uma comida feita com alma, com história. Nos encontros, são apenas 12 pessoas, mas que em breve sejam muitos mais.


imagens do brasil profundo

mesa de debate sobre artesanato e cultura popular brasileira // iniciado em 2014 sob a curadoria do prof. Jair Marcatti, o projeto tem como objetivo trazer à tona um país mais interior. O programa abrange aspectos das diversas culturas regionais do Brasil, desvendados em diferentes formatos: shows, bate-papos musicais, debates e palestras no Auditório da Biblioteca Mário de Andrade // 2016

Conversamos sobre a formação do artesanato brasileiro através da miscigenação cultural abordando definições e conceitos das múltiplas manifestações artísticas com recorte na Arte Popular e Artesanato de Tradição em um país com a pluralidade cultural presente no Brasil.

"O caráter oral, não acadêmico, marcado pela tradição oral, familiar, comunitária da transmissão dos conhecimentos e sabedorias populares, a ancestralidade dos patrimônios imateriais que essas manifestações resguardam constroem uma realidade de anonimato, desconhecimento e desvalorização por parte do público em geral, hoje um dos maiores e mais urgentes desafios para preservar e perpetuar essas tradições.
Nas mãos de nossos mestres, artesãos e artistas populares foi dada a árdua, desassistida e solitária tarefa de manter viva e salvaguardar a nossa história, de nosso povo e de nosso país. Preservar as contribuições de concepções populares confere um rico material sobre o estado social de uma população em diversos momentos de sua história e constrói a compreensão de mundo do que se vive hoje." Vanessa Gomes

exposição origem vegetal

pesquisa // exposição inaugural do CRAB, Centro de Referência do Artesanato Brasileiro, que apresentou um panorama do artesanato brasileiro com mais de 1000 peças expostas, contemplando 100 espécies vegetais ao retratar os trabalhos de 60 associações e cooperativas rurais e urbanas, 19 etnias indígenas e 50 artesãos independentes, além de peças concebidas e assinadas por designers e artistas populares ​// 2015

O panorama artesanal do Brasil é muito vasto. São muitos os materiais e as técnicas utilizados, as linguagens, os caminhos. Num país reconhecido como o de maior biodiversidade do mundo, decidimos voltar nosso olhar para a maneira como as matérias-primas de origem vegetal vêm sendo transformadas pela inteligência criativa de brasileiros dos 27 estados do país. Esse recorte curatorial, que à primeira vista poderia soar reducionista, revelou um universo surpreendente de criações que se valem de madeiras, palhas, sementes, resinas e outras partes de mais de 100 espécies vegetais. Nossa intenção foi conceber um painel transversal, incluindo as várias vertentes do artesanato brasileiro da atualidade, tanto aquelas em que prevalece a tradição, quanto aquelas em que a inovação fala mais alto. Na seleção predominam trabalhos de autoria coletiva, elaborados por cerca de 60 associações ou cooperativas artesanais, tanto rurais quanto urbanas, e por 19 etnias indígenas, além de cerca de 50 artesãos independentes. Há também peças concebidas e assinadas por designers que usam elementos artesanais e por artistas que alçam voos mais amplos, manifestando a poesia de seu imaginário. O retrato multifacetado que emerge desta seleção revela a potência da capacidade criativa brasileira.


ADÉLIA BORGES E JAIR DE SOUZA, CURADORES

campanha presenteie histórias

planejamento, conteúdo, direção de arte e design gráfico // campanha idealizada para promover as tradições, as histórias, as técnicas, a biodiversidade, os saberes e os personagens que envolvem o artesanato brasileiro, iniciativa do Coletivo de Fato com apoio da organização Artesol . ​// 2015

1/1

marketing de causa

planejamento e gestão executiva // ação de marketing de causa promovida pela empresa SCJohnson em colaboração com 3 empreendimentos comunitários de produção artesanal // 2011 a 2013

Apoiada em seus valores, a SC Johnson orienta toda sua estratégia de construção de marca. Em 2012, direcionou esforços para realizar uma ação promocional para a marca Raid abordando o tema da sustentabilidade. Parceira nesta iniciativa, a Casa da Vila materializou uma ação de MRC (Marketing Relacionado a Causas) envolvendo 03 empreendimentos de produção artesanal na confecção de 210 mil brindes sociais colocando em prática os princípios do Comércio Justo e beneficiando 244 pessoas em situação de vulnerabilidade social. A mecânica era bem simples: na compra do produto, a consumidora ganhava um brinde produzido por um dos empreendimentos parceiros.

 

Ações de MRC são uma forma de promover alianças estratégicas entre empresas e organizações sociais, estimulando o investimento social e mobilizando a sociedade a contribuir com diferentes causas. Empresas e organizações utilizam o poder das suas marcas em benefício mútuo. Alinham-se as estratégias de marketing da empresa com as necessidades da sociedade, trazendo benefícios para a causa e para os negócios. Nesta relação ganha-ganha, as 03 organizações parceiras foram beneficiados pela ação ao mesmo tempo em que ofereceram a marca Raid uma oportunidade de aumentar o valor percebido por seu público e alcançar incremento nos resultados de venda, Uma iniciativa de sucesso e um exemplo que gerou resultados positivos a todos em uma demonstração de que o diálogo entre negócios sociais e grandes empresas é mais do que possível.